Com Crianças, Destinos, Europa

Cracóvia e a nossa primeira experiência na Polônia

05 de Fevereiro de 2018

foto-familia-cracovia

Não vou negar… tenho alguns países queridinhos aqui na Europa. França e Itália por exemplo são para mim fontes inesgotáveis de roteiros maravilhosos! Mas isso não diminui nossa curiosidade em conhecer países e culturas completamente novos. E foi pensando em expandir horizontes.. rs que planejamos no final do ano passado alguns dias em Cracóvia na Polônia. E me surpreendi muito com a cidade! Já conhecíamos alguns destinos do Leste Europeu todos muito charmosos e interessantes e assim foi também com Cracóvia.

passeio-castelo-wawelem

Ficamos 3 dias e meio na cidade o que é tempo suficiente para conhecer as principais atrações sem muita pressa. No nosso caso com criança e bebê!

praca-cracovia

Chegamos na cidade em um sábado a tarde, o aeroporto tem uma estação anexa de onde saem trens regulares para o centro da cidade, tínhamos lido que havia saídas de meia em meia hora, não sei se demos azar ou simplesmente não dá para comparar a pontualidade dos trens britânicos, mas ficamos quase 1 hora mofando na estação. Então se também for adepto do transporte público para sair do aeroporto confirme no quiosque de informações na área do desembarque qual é o horário do próximo trem para o centro. Mesmo com duas crianças nós as vezes preferimos o trem pelo tempo de viagem, o taxi pode parecer as vezes mais confortável mas dependendo da duração do trajeto entreter os dois pode ficar mais difícil.

Chegamos na Krakow Glowny central station que fica colada no centro histórico da cidade de lá dava para ir a pé para o nosso hotel que foi uma excelente escolha! Ficamos no Stradonia Serviced Apartments, que tem um esquema um pouquinho diferente dos hotéis tradicionais mas para a gente funcionou super bem. Os apartamentos são espaçosos com uma decoração super moderna e são equipados com uma mini copa incluindo vários utensílios, o que para quem viaja com criança pequena é uma mão na roda. A localização dele é perfeita! Fica do lado do Castelo, entre o centro histórico da cidade e o bairro Judeu. O serviço diário de arrumação de quarto não está incluído na diária, se não me engano é a cada 5 dias de hospedagem. Mas se você fizer questão que façam a sua cama e troquem as toalhas todos os dias é só pagar uma tarifa a parte. Nós adoramos o Stradonia.

Nosso primeiro dia em Cracóvia acabou sendo curtinho, como demoramos mais do que o previsto para sair do aeroporto e chegar no centro da cidade. Passeamos um pouquinho pelo centro histórico e fomos jantar em um restaurante que ficava bem perto do nosso hotel o Pod Wawelem, eu gostei tanto da culinária Polonesa e curtimos tanto os restaurantes que fomos nessa viagem que vou fazer um post só com os nossos preferidos! Ai falo mais do Pod Wawelem que definitivamente entrou para essa lista.

centro-historico-cracovia-noite

DIA 1

No domingo começamos o nosso dia explorando a area do castelo de Cracóvia, o Kings Castle Wawel. O castelo fica em cima de uma colina, e só os jardins em sua volta já valeram o passeio. Acho que demos sorte também pela época do ano, final de outono e os jardins com um colorido maravilhoso!

outono-wawelem-cracovia

jardins-castelo-wawelem

castelo-wawelem-cracovia

O Castelo é gigante! Nós não chegamos a visitar todas as áreas, entramos na Catedral e fomos também em uma área que eles chamam de caverna do Dragão, onde reza a lenda que morava o dragão de Wawel! Hoje lá só tem uma grande estátua de um dragão, o que foi suficiente para o Gui.

castelo-wawelem

catedral-castelo-wawelem-cracovia

arredores-castelo-wawelem-cracovia

Se pudéssemos teríamos passado o dia inteiro por lá de tão gostoso! Mas nosso roteiro estava cheio, de lá partimos para o bairro judeu da cidade, também conhecido como Kazimierz. A Polônia é historicamente um dos países europeus com grandes comunidades judaicas. O bairro hoje está em fase de revitalização se tornando a área boemia da cidade com muitos restaurantes, bares e lojinhas legais.

passeio-bairro-judeu

detalhes-bairro-judeu-cracovia

Em volta da praça central você vai encontrar muitos barzinhos que ficam super movimentados a noite. Tem também o museu Judaico que fica na antiga Sinagoga e a Basílica de Corpus Christi.

bairro-judeu-cracovia

Outra atração bem próxima dessa região é a Fábrica de Schindler, a mesma do filme “A Lista de Schindler”, nós chegamos lá no final da tarde e apesar de ainda faltar um tempinho para o museu fechar já não conseguimos entrar, porque eles tem um número de visitantes máximos por dia e por faixa de horário e já estava esgotado. 🙁 Tivemos que voltar no dia seguinte.

DIA 2

Depois de tomar café da manhã no Milkbar (outro que vou falar mais no post com os restaurantes!) que fica próximo da praça do mercado no centro histórico, seguimos novamente para o Museu de Schindler, queríamos ir cedinho para não correr o risco de ficar sem entrar como no dia anterior! E para a nossa alegria descobrimos que as segundas feiras a entrada é gratuita. Nada mal!

fabrica-schindler

historia-museu-schindler

O museu é super interessante e foi suficiente para mim em termos de reviver a história da Segunda Guerra, Nazismo, etc. Um dos passeios mais populares saindo de Cracóvia é para o antigo campo de concentração de Auschwitz, mas que eu sinceramente nem cogitei visitar. Acho muito pesado! Ir com o Gui então nem pensar. Por isso adorei a visita na Fábrica de Schindler. O museu fica exatamente no local onde funcionou a fábrica anos atrás e conserva alguns áreas como o escritório de Oscar Schindler, muito legal.

visita-fabrica-schindler

Adorei a visita e relembrar a história do filme! 🙂

oscar-schindler

Na parte da tarde fizemos outro passeio bem legal. Pegamos um trem saindo da estação principal da cidade e fomos visitar Wieliczka, uma grande mina de sal. O trajeto é bem tranquilo e dura no máximo uns 45 minutos.

minas-de-sal-cracovia

esculturas-de-sal-cracovia

Wieliczka é Patrimônio da Unesco e também é conhecida como a Catedral subterrânea de sal da Polônia. São muitas galerias contando a história da mineração com esculturas feitas apenas de sal. Tudo a uma profundidade de mais de 300 metros.

explorando-minas-de-sal

catedral-sal-cracovia

A visitação é somente com os tours guiados, são vários horários ao longo do dia com diferentes opções de idiomas. Como chegamos lá mais tarde a única opção que tínhamos era o tour em inglês mesmo mas que foi bem tranquilo.

Foi um passeio diferente e bem interessante!

DIA 3

No nosso último dia aproveitamos para explorar a cidade antiga, onde a maioria das construções são originais anteriores a segunda guerra. Passear por essa região é uma volta no tempo.

centro-historico-cracovia

Uma das ruas principais de comercio é a Rua Florianska que é um dos caminhos para se chegar na Praça do Mercado que tem fama de uma das maiores praças da Europa.

No meio da Praça tem o prédio do mercado onde você vai encontrar muitas barraquinhas com souvenirs e produtos locais.

mercado-praca-principal

Em volta da praça também funciona o museu histórico da Cracóvia, que é bem pequenininho mas interessante.

E ainda nessa área fica a bela Igreja de Santa Maria.

A área em volta da Universidade da Cracóvia que fica próxima da praça do mercado também é legal com construções bem bonitas.

E para os fãs de Pinball… rsrs bem pertinho do nosso hotel tinha um museu do Pinball que nada mais era do que um lugar que reunia intermináveis máquinas de pinball e a entrada na verdade te dá direito a jogar ilimitadamente. Se você realmente era fã de Pinball eu acho que vale a pena a brincadeira! Ainda bem que tínhamos hora para pegar o nosso vôo de volta.

Ficamos com vontade de voltar a Polônia, conhecer também uma região de resorts e spas e quem sabe também incluir Varsóvia!

0 Comentários
Deixe seu comentário